MATHEUS MOSTRA MORAL E FAZ GOL EM PRIMEIRO TREINO DO CORINTHIANS

Via Globo Esporte/SP

O atacante Matheus Matias, contratado ao ABC,  recebeu aplausos e gritos de incentivo de alguns jogadores ao marcar o seu primeiro gol num treino pelo Corinthians, nesta quarta-feira, horas depois de assinar contrato por cinco temporadas.

Levado a campo junto dos demais reservas, o atacante de 19 anos recebeu uma bola na entrada da área, driblou Cássio e mandou para o fundo do gol. Pouco antes, havia acertado um bom chute, que ganhou altura e foi por cima da trave.

ANTECIPAR VERBA DE ROYALTIES PARA PAGAR FOLHA É LEGAL?

Colocar o pagamento em dia nos próximos dois meses é a euforia da tropa(nem tanto de elite), do Sr. Governador.

Como se os meses atrasados criassem forragem de aço no estômago dos pobres servidores.

Há quem use como trunfo antecipar receita de royalties.

O Chagas(lembra?), aquele personagem de propaganda de supermercado pesquisou, pesquisou e cofiou a bigodeira em dúvida desconfiada:

– Antecipar IPTU para quitar folha não pode. Antecipar royalties, pode?

Arnaldo acha que não pode e vai avisar a Chagas.

COMEÇA AMANHÃ PAGAMENTO DO PIS PARA NASCIDOS EM MARÇO E ABRIL

Começa amanhã (22) o pagamento do abono salarial PIS (Programa de Integração Social) do calendário 2017/2018, ano-base 2016, para os trabalhadores nascidos nos meses de março e abril. Segundo a Caixa Econômica Federal, os valores variam de R$ 80 a R$ 954 conforme o tempo de trabalho em 2016. Os titulares de conta individual na Caixa com saldo acima de R$ 1 e movimentação receberam o crédito automaticamente na última terça-feira (20).

Os pagamentos são realizados conforme o mês de nascimento do trabalhador, e tiveram início em julho, com os nascidos naquele mês. Os recursos de todos beneficiários ficam disponíveis até 29 de junho de 2018. Os últimos a sacar serão os nascidos em maio e junho, a partir de 15 de março.

São liberados R$ 15,7 bilhões para 22,1 milhões de beneficiários em todo o calendário. Para os nascidos em março e abril, estão disponíveis R$ 2,664 bilhões para mais de 3,745 milhões de trabalhadores. O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site do banco ou pelo Atendimento Caixa ao Cidadão: 0800 726 0207.

A Caixa lembra que tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2016 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2016.

Quem possui o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, a um ponto de atendimento Caixa Aqui ou aos terminais de autoatendimento da Caixa. Caso não tenha o Cartão do Cidadão e não tenha recebido automaticamente em conta da Caia, o valor pode ser retirado em qualquer agência do banco público, apresentando o documento de identificação. O trabalhador com vínculo a empresa pública possui inscrição Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) e recebe o pagamento pelo Banco do Brasil.

OFICIAIS DA PM E BOMBEIROS ESCOLHEM CORONEL AZEVEDO PRÉ-CANDIDATO A ESTADUAL

Reunidos na última terça-feira à noite, oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros escolheram, no voto, o Coronel André Azevedo, pré-candidato a deputado estadual para representá-los.

Azevedo obteve 77% da preferência, ou 58 votos, contra 23% do Tenente-Coronel Fernandes, com apenas 17 manifestações favoráveis.

 

Os oficiais decidiram sabatinar os dois pretendentes a uma vaga na Assembleia Legislativa e destacaram a postura de Azevedo na defesa da classe, ressaltando a sua decisão de deixar o Comando-Geral da PM ao bater de frente com o governador Robinson Faria e desafiar o sistema que hoje gerencia(mal) a Segurança Pública do Rio Grande do Norte.

TJ REJEITA ABERTURA DE AÇÃO CONTRA CARLOS EDUARDO

O Tribunal de Justiça rejeitou o pedido para o recebimento de Ação Penal contra o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, em julgamento realizado na manhã desta quarta-feira (21). O governante municipal foi acusado pelo Ministério Público de ter antecipado receita de tributos municipais (IPTU e Taxa de Coleta de Lixo, por exemplo) referentes a um ano posterior para utilizá-la no ano anterior, em 2015 e 2016.

Em dezembro, antes do recesso do Judiciário, o relator do processo, desembargador João Rebouças votou pelo recebimento da denúncia Quem abriu divergência quanto ao entendimento do relator foi o juiz convocado Cícero Macedo. No entender do magistrado, a acusação do MP não se enquadra na descrição de uma conduta criminosa, o que impede o prosseguimento da denúncia. Além disso, Macedo destacou que não houve a intenção do prefeito em sua conduta, prevista na legislação municipal. Com isso, afastou a hipótese de prática de crime de responsabilidade por Carlos Eduardo.

O voto divergente foi acompanhado pelos desembargadores Saraiva Sobrinho, Dilermando Mota e Ibanez Monteiro. Para Cícero Macedo, ao oferecer desconto antecipado aos contribuintes para o pagamento do IPTU, por exemplo, o prefeito agiu conforme a previsão legal existente. “Só haveria ilegalidade se houvesse a captação de recursos proveniente de tributos, caso não existisse fato gerador, ou seja propriedades que ensejassem a cobrança deste imposto”, sustentou o juiz convocado em seu posicionamento.

KASSAB E O RIO GRANDE DO NORTE

O ministro Gilberto Kassab, em visita ao Rio Grande do Norte disse que o Sr. Governador está ajustando o Estado e merece ser reeleito.

Kassab poderia ter dado um pulo no Hospital Walfredo Gurgel ou numa delegacia sucateada de Polícia Civil.

Ou conversado com qualquer servidor público sem 13o salário que, pelo tempo de atraso, pode ser chamado de vigésimo.

Deve ter sonhado com Dubai e confundiu.

APROVADO CRÉDITO DE R$ 2 BILHÕES A MUNICÍPIOS

O Congresso Nacional aprovou o Projeto de Lei (PLN) 1/18, que abre crédito especial de R$ 2 bilhões aos municípios. Os recursos serão destinados aos Ministérios da Educação (R$ 600 mil), Saúde (R$ 1 bilhão) e Desenvolvimento Social (R$ 400 mil) para viabilizar o auxílio financeiro às prefeituras. A matéria foi aprovada em votação simbólica e vai à sanção presidencial.

A verba estava prevista em medida provisória editada pelo governo federal no final de dezembro do ano passado, que autoriza a União a transferir aos entes federativos que recebem o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) recursos destinados à superação de dificuldades financeiras emergenciais.

Na Mensagem do Executivo enviada ao Congresso Nacional, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, argumenta que as alterações decorrentes da abertura deste crédito “não afetam a obtenção da meta de resultado primário fixada para o exercício corrente, uma vez que se referem a remanejamento entre despesas primárias discricionárias do Poder Executivo para priorização das novas programações, as quais serão executadas de acordo com os limites de movimentação e empenho”.

Segundo a justificativa, parte desse crédito, no valor de R$ 271,6 milhões refere-se ao cancelamento de despesas primárias pertencentes ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

ARTIGO VALÉRIO MESQUITA: NO TEMPO DOS AUDITÓRIOS

NO TEMPO DOS AUDITÓRIOS

Valério Mesquita*
mesquita.valerio@gmail.com

A fase áurea dos programas de auditório no Brasil vai dos anos trinta aos sessenta. Vivia-se o período do rádio e das novelas radiofônicas. A televisão ainda não havia pintado no pedaço. Menino nos anos cinqüenta acompanhava pelo rádio à bateria, os programas de César de Alencar, o humorístico “Edifício balança mais não cai”, entre outros, transmitidos do Rio de Janeiro pelas emissoras Nacional, Tupi, Mayring Veiga, etc. Em Natal, pontificavam as rádios Poti, Nordeste, Rural e os arautos do palco eram Genar Wanderley, Vanildo Nunes, Gutemberg Marinho de Carvalho, Edmilson Andrade, Ivan Lima (doublé de locutor esportivo e animador), Carlos Gomes e outros, também famosos, mas traídos pela minha memória indigente.

Todavia, eu desejo mesmo me deter em Macaíba. Concebo que os programas de auditório alcançaram a sua plenitude mesmo, de 1950 em diante, até o seu declínio por volta de metade da década de sessenta. O primeiro show de auditório que conheci na terra do “pisa na fulo” foi “Miscelânea de atrações”, apresentado, durante anos por Manoel Firmino de Medeiros, Jorge de Papo, Gutemberg Marinho de Carvalho e Rui Marciano. As atrações conhecidas era Nestor Lima ao violão, Chicó do cavaquinho e “Vovô Julinho”, um velhinho simpático que cantava para delírio da garotada “A bomba”, cujo esforço para produzir a explosão ao final da música lhe custava alguns desconfortos intestinais. Havia ainda, Diógenes Correia de Almeida que imitava o tenor Vicente Celestino interpretando “O ébrio”. Não era fora de propósito que o Diógenes possuía um depósito de aguardente, bem em frente ao cinema de Ranilson Costa, local das animadas domingueiras. O seu bar, na praça Augusto Severo, estampava no banheiro um aloprado letreiro: mijada um cruzeiro e cagada dois.

Não posso deixar de mencionar outros astros da constelação musical da cidade como Belchior do banjo, Banga da bateria, Neif Nasser do sax, Pereira do piston, Geraldo Paixão do contra-baixo, Rey do trombone de vara e sem a vara os trombonistas Ronaldo e Bodete. E para concluir o famoso cast (desculpem a má palavra), integravam ainda a miscelânea de talentos os músicos: Cícero Galante (sax alto), sargento Edivan (sax) irmão de Dozinho que sempre aparecia nas matinês, Perequeté, o rei do tarol, além de Sebastião Melo e seu violão boêmio e carpidor. Havia sorteio de prêmios, concurso de calouros e, aqui ou acolá “presenças destacadas” de astros de sucesso nacional do quilate de Jackson do Pandeiro que bebeu várias meiotas de cana na bodega de seu Alfredo de Almeida, sob os meus olhares atônitos.

Ainda vi desfilar em programas pilotados pelo vigário local padre Alcides Pereira os seguintes artistas famosos diretamente do seu Cine Clube Paroquial: Alcides Gerardi, Núbia Lafaiete. Na era do Pax Club, lembro-me de Nelson Gonçalves. E, para não esquecer, o velho Luiz Gonzaga, em 1972, no governo de Cortez Pereira, que esteve em nossa casa e de lá foi realizar um show no parque governador José Varela. O foco dessas relembranças foi o achado de um autógrafo do cantor Cauby Peixoto, concedido em 1955 na calçada do Cine Rex, por interferência do saudoso Gutemberg. Achei outros papéis gastos e amarelecidos que o tempo dissolveu, menos a cor da memória dessa época de ouro. Tempo bom da brilhantina Glostora e da pasta Gessy.

(*) Escritor.

HÁ 35 ANOS, JOSÉ AGRIPINO ANUNCIA SECRETARIADO, PREFEITO DE NATAL E SÃO PAULO VENCE AMÉRICA

No dia 21 de fevereiro de 1983, o governador eleito do Rio Grande do Norte, José Agripino, antecipava seu secretariado: Casa Civil – Laércio Segundo de Oliveira – Comunicação Social – João Batista Machado – Educação – Genivan Batista – Saúde – Leônidas Ferreira – Indústria e Comércio – Jussier Santos – Interior e Justiça – Manoel de Brito – Trabalho e Bem- Estar Social – Wilma de Faria Maia – Assuntos de Governo – Lourdes Guerra – Planejamento – Manoel Pereira – Segurança Pública -Coronel José Delgado – Representação no DF – Paulo Tarcísio Cavalcanti – Transportes – Elias Fernandes – Administração – Efrem Lima – Fazenda – Haroldo Bezerra e Agricultura – Geraldo Gomes.

José Agripino também confirmava a escolha do economista Marcos César Formiga para Prefeito de Natal, à época, escolhido pelo governador.

Uma granada encontrada numa pedra  explodia na Via Costeira e matava o estudante Reginaldo Pereira Dantas, de 14 anos. Ele encontrou o artefato, que feriu gravemente três militares do Exército que foram desarmá-lo.

O América lamentava a derrota, dois dias antes, para o São Paulo(SP) por 2×0, gols de Dario Pereira e Careca. Público pagante de 23.174 torcedores no Castelão(Machadão).

O América jogou com Rafael; Saraiva, Ivã Silva, Noronha e Vassil; Hélio, Gilson Lopes e Valério; Sandoval(Paulo Lino), Mário(Roberto Potiguar) e Severinho. Técnico: Lula, ex-ponta-esquerda do Fluminense, Inter e seleção brasileira.

São Paulo: Valdir Peres; Getúlio, Oscar, Dario Pereira e Nelsinho; Zé Mário, Márcio Araújo, Heriberto da Cunha e Renato(Paulo César). Careca e Zé Sérgio. Técnico: José Poy.

Eram as notícias em Natal, há 35 anos.

HABEAS CORPUS COLETIVO PARA PRESAS GRÁVIDAS

Diante de violações de direitos que atingem a coletividade, cabe o emprego de Habeas Corpus coletivo. Assim entendeu a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal nesta terça-feira (20/2) ao conceder HC coletivo em nome de todas as mulheres presas grávidas e mães de crianças com até 12 anos de idade. Os ministros estenderam a decisão às adolescentes em situação semelhante do sistema socioeducativo e mulheres que tenham sob custódia pessoas com deficiência.