ABC, SEUS DONOS E O FUTURO

Triste fim de 2017 do ABC.

Quem comandará o mais querido é mistura de incógnita e perigo.

Ameaça.

Judas Tadeu Gurgel tinha que deixar a presidência.

Claro. É um fanático.

O futebol com Leonardo Arruda é uma mistura de pôsteres.

Embora ano passado os dois tenham ganho.

Judas e Leonardo saíram.

Deixaram o caminho livre.

Bira Rocha, maior cartola do clube não conseguiu um Presidente.

Paiva Torres, o Giáp das armadilhas vietnamitas alvinegras, manda.

Sem se pronunciar.

Paiva é um mudo que fala.

Assusta não se sabe o motivo.

O tempo está provando que derrubaram eleitos.

Incompetentes, mas legítimos.

Os silenciosos não cumprem palavra.

RICARDO COUTINHO: “NA PARAÍBA NÃO FAZEMOS SEGURANÇA NA COMUNICAÇÃO”

Leiam o post do governador Ricardo Coutinho no site Paraíba Online e reflitam. Notaram alguma semelhança com as relações midiáticas e o poder no Rio Grande do Norte? Coincidência danada.

 

Assim disse o governador ao entregar novos equipamentos à polícia:

 

– O único Estado que conseguiu, ano após anos, a partir de 2012, reduzir o número de homicídios foi a Paraíba. A polícia tem feito muito e agido muito. Evidentemente que a violência existe e que esta aumentou ao longo dos anos. A Paraíba, em 2003, tinha 17 homicídios por cada 100 mil habitantes. Em 2008, sem que o Brasil vivesse esse surto, a Paraíba dobrou esse número para 34 a cada 100 mil habitantes. Foi exatamente nessa época que a violência disparou no nosso Estado. Infelizmente, ela não aparecia na imprensa e se fazia política de segurança na comunicação. Nós paramos de fazer a segurança na comunicação, nós fazemos a segurança na segurança – criticou.

E aqui, se faz segurança na comunicação ou a ordem é não divulgar a segurança falida?

POTIGUAR EMMANOEL CAMPELO EMPOSSADO NA ANATEL

A cerimônia de posse do novo conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Emmanoel Campelo de Souza Pereira, ocorreu nesta quinta , na sede da agência reguladora, em Brasília. O novo conselheiro foi nomeado com mandato até o dia 4 de novembro de 2022, por decreto publicado, na última sexta-feira, no Diário Oficial da União.

No dia 7 de novembro, Emmanoel Campelo foi sabatinado na Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado e teve seu nome aprovado por 18 votos a 1. No mesmo dia, os senadores, com 48 votos a favor, 10 contra, e 1 abstenção, confirmaram a aprovação em plenário.

Nascido na capital do Rio Grande do Norte, Emmanoel Campelo bacharelou-se em direito na Universidade Federal daquele estado. Concluiu mestrado pela Universidade Católica de Brasília e é, atualmente, doutorando em direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Foi Conselheiro Nacional de Justiça nos biênios 2012-2014 e 2014-2016. É professor da pós-graduação em Direito Processual Civil do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP) e da pós-graduação em Métodos Adequados de Tratamento de Conflitos.

ADVOGADO QUER SUSPENDER PROPAGANDA E DIÁRIAS ENQUANTO GOVERNO ATRASAR SALÁRIOS

O advogado Francisco Nunes, ex-procurador-geral do Estado está entrando com duas ações populares contra o Governo do Estado pedindo o pagamento em dia dos servidores públicos e, enquanto não for regularizado, a suspensão das verbas de propaganda institucional, de passagens aéreas e de diárias do Gabinete do Governador.

 

“O atraso na remuneração ofende a dignidade humana e o servidor não pode ser punido pela incompetência e a indiferença do Governo do Estado”, afirma Nunes. Enquanto isso, avisa ele, paga diárias exorbitantes e segue fazendo publicidade, o que, na sua visão, não são atividades prioritárias.

 

Nunes alega que o artigo 28, parágrafo 5o da Constituição Estadual é claro: ” Os vencimentos dos servidores públicos estaduais e municipais, da administração direta, indireta, autárquica, fundacional, de empresa pública e de sociedade de economia mista, são pagos até o último dia de cada mês, corrigindo-se monetariamente os seus valores, se o pagamento se der além desse prazo. ”

 

A Constituição se baseia na dignidade, valorização do trabalho e na cidadania, o que não vem sendo cumprido pelo Governo do Estado. Vamos entrar com essas ações populares”, enfatiza Nunes.

 

MUNICÍPIOS VÃO PODER RENEGOCIAR DÍVIDAS

O Congresso derrubou nesta quarta-feira (22) o veto que suspendia pontos da Lei 13.485/2017, que parcela e concede descontos às dívidas previdenciárias dos estados, do Distrito Federal e dos municípios (VET 30/2017). O veto derrubado reintegrou à lei o chamado “encontro de contas”, quando débitos dos municípios com a União podem ser reduzidos pelos créditos que as prefeituras têm para receber do governo.

A derrubada contou com o apoio da base do governo, que se comprometeu com os prefeitos que foram a Brasília esta semana. O encontro foi uma mobilização da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) para convencer parlamentares e governo a cumprir uma agenda municipalista.

A emenda mantida no texto tinha sido incluída pela Câmara dos Deputados, permitindo que os valores devidos pelas prefeituras fossem revistos antes do eventual parcelamento.

A medida beneficia prefeituras que precisam receber da União créditos previdenciários, gerados por motivos como compensação entre regimes de previdência, restituição de contribuições patronais incorretas a governantes, montantes prescritos, devolução de valores pagos indevidamente, restituição por conta da redução das dívidas, entre outros. Para gerenciar os créditos, a emenda instituía o Comitê de Revisão da Dívida Previdenciária Municipal, vinculado à Secretaria de Governo da Presidência da República e à Receita Federal.

Ao defender a derrubada do veto, a senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) lembrou que 70% dos municípios estão em situação fiscal difícil ou crítica. Daí a importância da lei aliviar essas dívidas.

— O texto aprovado pelo Congresso aperfeiçoou a proposta original, manteve o fracionamento dos débitos previdenciários e trouxe maior redução nas multas e encargos legais. Então é fundamental retomar também o encontro de contas e a compensação aos municípios, indispensável não apenas no aspecto financeiro, mas também por uma questão de justiça — defendeu.

O deputado Herculano Passos (PSD-SP) criticou o governo federal por querer “receber sem pagar o que deve”.

Com o encontro de contas os prefeitos vão ter mais dinheiro para investir em saúde, educação, em infraestrutura, pagando dívidas menores com o INSS — disse.

Dívidas previdenciárias

A Lei 13.485/2017 parcela o pagamento e concede descontos às dívidas previdenciárias dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. Sua origem foi o Projeto de Lei de Conversão (PLV) 25/2017, decorrente da MP 778/2017.

Pelo texto, fica autorizado o parcelamento em 200 meses das dívidas junto à Receita Federal e à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) vencidas até 30 de abril deste ano. A medida vale até mesmo para débitos já inscritos na dívida ativa. Segundo a Receita Federal, os estados respondem por dívidas previdenciárias que superam os R$ 14 bilhões. Já os municípios devem pouco mais de R$ 75 bilhões.

A expectativa da Confederação Nacional dos Municípios é que, com renegociação, as dívidas caiam entre 40% e 50% — saindo dos R$ 75 bilhões para cerca de R$ 45 bilhões.

GENINHO DEVE SER TÉCNICO DO AVAÍ EM 2018

Do G1 SC:

 

O ano ainda não acabou, mas a ausência de Claudinei Oliveira já é certa no Avaí para 2018. Enquanto o time aposta as últimas fichas na permanência na elite do Brasileirão, o presidente se mobiliza para acertar com um substituto do treinador. O preferido é Geninho, experiente técnico que conquistou o acesso à elite em 2014 na Ressacada, e que está sem clube desde a saída do ABC, onde permaneceu por um ano e meio, conquistou acesso à Série B e dois títulos estaduais.

ABC CONVOCA ELEIÇÕES

EDITAL DE CONVOCAÇÃO – COMISSÃO ELEITORAL

A Comissão Eleitoral constituída nos termos do Art. 53 do Estatuto Social do ABC FC, por meio da Portaria nº 001/2017-CD, da Presidência do Conselho Deliberativo do ABC FC, torna público que será realizada no dia 02/12/2017, eleição para o preenchimento dos cargos de Presidente e Vice-Presidente, para complementação do mandato 2016/2018, decorrência da renúncia dos atuais mandatários, que obedecerá ao seguinte cronograma:

a) período de 23/11 a 28/11 para inscrição de chapas;
b) período de 29/11 a 30/11 para impugnações de chapas;
c) período de 28/11 a 29/11 para publicação da relação nominal dos conselheiros aptos a votar;
d) as inscrições de chapas far-se-á por meio de requerimento subscrito pelos candidatos na secretaria do Conselho, no horário das 08 as 18hs, e a sua numeração obedecerá a ordem cronológica de registro partindo do número 01;
e) a assembleia do Conselho em que ocorrerá a votação terá início às 8h e término às 12h, dando-se a votação por escrutínio secreto;
f) na hipótese de chapa única a votação dar-se-á por aclamação às 12h;
g) ocorrendo mais de um chapa a apuração será procedida no minuto seguinte ao término do horário previsto para votação, dando-se a proclamação dos eleitos e posse dos mesmos.
h) os casos omissos serão resolvidos pela comissão, com aplicação das normas eleitorais regulares do clube.
Natal, 22 de novembro de 2017.

JOSÉ ALEXANDRE PEREIRA PINTO – PRESIDENTE

CLENILDO XAVIER DE SOUZA – MEMBRO

HILTON RIBEIRO MARINHO – MEMBRO

COMISSÃO ELEITORAL

SANTA CRUZ PAGA ATRASADOS A JOGADORES E DEIXA FUNCIONÁRIOS FORA

A diretoria do Santa Cruz(PE) cumpriu em parte a promessa feita na semana passada. Isso porque apenas os jogadores receberam os salários que estavam atrasados. Assim, os funcionários do clube seguem sem o pagamento.

Após uma ameaça de greve, o Santa Cruz prometeu pagar os funcionários (incluindo comissão técnica) na última sexta-feira, enquanto que os atletas receberiam nesta quarta. Os jogadores, porém, tiveram os salários acertados de forma antecipada.

 

O Santa Cruz está com quatro meses de salários atrasados para os funcionários. E o pagamento apenas para os jogadores gerou ainda mais revolta interna. Uma reunião nesta quarta-feira deve definir o caminho a ser seguido pela diretoria para cumprir com o acordo.

VIGARISTA USA NOME DE ENTIDADE DE APOIO À CRIANÇA CARDIOPATA PARA APLICAR GOLPES

Tem picareta usando o trabalho sério do médico Madson Vital em favor das crianças com problemas cardíacos para fazer safadeza.

Madson Vital preside a Amico – Associação dos Amigos do Coração da Criança e faz um trabalho sério. Ele enviou esta mensagem:

AMIGOS, URGENTE!

DIVULGUEM/REPASSEM!

Tá acontecendo um golpe usando o meu nome, via WhatsApp, com outro número e uma foto que não estou usando( não uso foto no WhatsApp), pedindo dinheiro p AMICO. Por favor não atendam, esse número 9147-4047.
Reforço que o meu número não mudou / e não uso foto no WhatsApp e que as contas da Amico são apenas essas:

Ag 2870-3
Cta 38.404-6 Banco do Brasil

Ag 8380
Cta 07.569-0 Itaú

Ag 2207
Cta 2604-2 Unicred

PB ALCANÇA QUINTO MÊS POSITIVO NA GERAÇÃO DE EMPREGOS

Enquanto o governador Ricardo Coutinho inaugura obras e pode até não disputar eleição, cumprindo seu mandato até o final, a Paraíba alcançou cinco meses consecutivos de saldo positivo de empregos com carteira assinada. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nessa segunda-feira (20) pelo Ministério do Trabalho, mostram que em outubro a Paraíba registrou 9.227 admissões contra 8.313 desligamentos, gerando um saldo de 914 postos.

 

O setor sucroalcooleiro foi o principal responsável pelo saldo positivo, que abrangem a indústria de transformação, que gerou 434 postos, e o da agropecuária, com 306 empregos com carteira assinada. Completam ainda os três setores que tiveram os maiores saldos o de serviços, com 188 postos de saldo.

 

Paraíba no grupo especial – A Paraíba está entre em um grupo especial das nove unidades de federação do total das 27 que geraram por cinco meses consecutivos saldo positivo do emprego formal este ano. Os saldos em junho (238), julho (809), agosto (3.511), setembro (1.975) e outubro (914) mostram, mesmo em ano ainda lento de retomada do emprego formal em nível nacional, mais consistência de algumas unidades da federação como é o caso da Paraíba.

 

A região Nordeste concentra mais estados nesse aspecto.

Cenário Regional – Pelo segundo mês consecutivo, o Nordeste voltou a liderar a criação de vagas no mês de outubro, assim como em setembro. Cerca de 50% dos empregos do país em outubro (37.801 vagas das 76.599 do país) vieram de oito Estados da Região. Apenas a Bahia (-37 vagas) registrou saldo negativo, enquanto Alagoas e Pernambuco lideraram o saldo. Bem mais modesta, a segunda região com saldo mais positivo foi a Região Sul com 21.444 vagas, seguida da Sudeste (13.552) e Norte (4.210). A única região que registrou saldo negativo foi o Centro Oeste (-408 postos). O país no mês de outubro registrou saldo de 76.599 postos com carteira assinada. Entre as 27 unidades federativas, 23 tiveram saldo positivo.