BARROS DIAS, ACUSAÇÃO E DEFESA

Preso preventivamente, o desembargador federal aposentado Francisco Barros Dias é acusado pelo Ministério Público Federal e a Polícia Federal de receber R$ 150 mil para votar favoravelmente à soltura e desbloqueio de bens do advogado Rychardson Macedo, condenado por desvio de dinheiro no Instituto de Pesos e Medidas(IPEM) do Rio Grande do Norte.

 

Barros Dias foi juiz federal e estava sendo investigado há pelo menos três anos. Como qualquer réu, terá direito a se defender e não está condenado nem deve ser linchado moralmente.

Voltar para a capa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *