CARLOS EDUARDO E O REFUGIADO

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo incomoda.

Sacode a cidade de ponta a ponta e enlouquece a oposição subterrânea, agarrada no desespero de detalhes de uma zombaria chamada carnaval, aliás, o maior da história.

A milícia digital não suporta.

Nem cala nem consente.

“Vaiaram Carlos Eduardo!”, se contorcem as hienas subsidiadas.

E o povão em formigueiro, abraçando o prefeito.

A personalidade do Sr. Governador é refletida nas postagens de ciúme e ódio.

Governador que, por sinal, ninguém sabe por onde anda, refugiado nas cinzas do próprio fracasso.

É melhor ficar escondido mesmo.

 

 

Voltar para a capa

Uma resposta para “CARLOS EDUARDO E O REFUGIADO”

  1. Graça alecrim disse:

    Parabéns prefeito, vc recuperou o carnaval de Natal.
    Continui assim , e vamos pra frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *