GERALDO MELO: “ESTADO SEM COMANDO E À DERiVA”

Em entrevista ao vereador e comunicador Luiz Almir, o ex-governador e senador Geraldo Melo considerou o Rio Grande do Norte “sem comando e à deriva”.

Uma entrevista de Geraldo é um seminário em monólogo sobre o Estado.

Governador de 1987 a 1991, botou a segurança nos eixos, criando pelotões especiais na PM e na Civil. Se não se entregava e reagia, bandido morria.

Construiu hospitais regionais e fez programas sociais importantes como o do leite, do Peixe para o Povo e de saneamento.

Polêmico, teve relação conflituosa com o funcionalismo.

Geraldo Melo desconversou sobre candidatura em 2018, mas deixou transparecer o desejo de voltar ao Senado.

Peça importante no xadrez político.

Não subestimem o baixinho.

Voltar para a capa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *