NA PARAÍBA, GOVERNADOR PAGA ATÉ O 15o SALÁRIO

A trajetória do farmacêutico Ricardo Coutinho na política paraibana começou nos longes dos movimentos estudantis contra a Ditadura. Foi eleito vereador pelo PT quando o partido ainda era uma confraria de idealistas. Em 1992.

 

Depois, deputado estadual e prefeito(duas vezes) de João Pessoa. Pelo PSB.

 

Decidiu ser candidato a governador em 2006 contra o favorito José Maranhão, sentado na cadeira principal do Palácio Redenção, sede do Executivo.

 

Enfrentou uma campanha desigual. Estrutura política e mídia todas com o adversário. Pesquisas lhe derrotando.

Venceu contra tudo e sua entrevista coletiva foi uma convenção de gagos de microfones e gravadores, de ressaca pela derrota.

 

Ricardo Coutinho enfrentou outro monstro sagrado na busca à reeleição em 2010: o senador Cássio Cunha Lima, filho do mítico Ronaldo Cunha Lima, que versava em obras da capital ao Brejo.

 

Ricardo Coutinho venceu Cássio no segundo turno.

 

Hoje, considerado senador por aclamação, Ricardo Coutinho inaugura obras como quem digita um textão em computador.

 

Ritmo avassalador. A Paraíba saltou. Põe o Rio Grande do Norte no bolso. Dribla como Garrincha humilhava seus marcadores.

 

Agora, Ricardo Coutinho, que paga os salários do funcionalismo em dia – rigorosamente em dia – anuncia 13o, 14o e 15o salários para a educação e prêmios por produtividade.

 

Trabalhador pago, cumpre feliz suas obrigações pois sabe que o governo está cumprindo às dele.

 

Por que não temos um Ricardo Coutinho?

 

Ele governa sem chaleiras.

Ele até demite quem bajula.

Ele governa sem titubear.

Ele governa sem voltar atrás.

 

Ricardo Coutinho governa.

 

Manda e o povo aprova.

 

O ruim é que ele está na Paraíba.

Voltar para a capa

2 respostas para “NA PARAÍBA, GOVERNADOR PAGA ATÉ O 15o SALÁRIO”

  1. Camila disse:

    O BOM É QUE ELE ESTÁ NA PARAÍBA caro !
    Multipliquem políticos como o nosso!

  2. Dyandro Pinheiro disse:

    Caro Rubens!
    Penso não ser bem assim aqui na Paraíba.
    Comparando com um Governo que atrasa salário de servidor ele – de fato – se sobressai. É como comparar o governo do prefeito de Natal e sua antessessora.
    Para Campina Grande está sendo um péssimo governador.
    Seu grupo perdeu a prefeitura de João Pessoa e, muito possivelmente, perderá sua sucessão.
    Forte abraço!

    PS. Parabéns pelo livro! Joaquim Pinheiro me mandará em breve para leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *