MÁRCIA MAIA E O DESASTRE DA VIOLÊNCIA: “SETE MORTES POR DIA”

A deputada estadual Márcia Maia (PSDB) repercutiu, na sessão desta terça-feira (05), na Assembleia Legislativa, os elevados índices de violência registrados no mês de agosto pelo Observatório da Violência Letal Intencional. O Obvio/RN apontou o mês como o mais violento da história do Rio Grande do Norte.

“Olhe a situação grave que passa a segurança pública do Rio Grande do Norte”, alertou a deputada, dizendo que o Estado contabiliza uma média de sete assassinatos por dia, sendo uma a cada três horas e meia. “No ano de 2016 que foi o mais violento, foram registrados mais de 1.900 homicídios, mas 2017 já está superando”, afirmou a parlamentar.

PREFEITURA DE NATAL LIDERA INVESTIMENTOS,DIZ ESTUDO

O Índice Firjan de Gestão Fiscal(IFGF), aponta a Prefeitura de Natal entre as primeiras do Brasil em investimentos, sendo a segunda do Nordeste. O IFGF é uma ferramenta de controle social que tem por objetivo estimular a responsabilidade administrativa, possibilitando maior aproveitamento da gestão fiscal dos municípios bem como das decisões dos gestores quanto à aplicação dos recursos.

Lançado em 2012, O IFGF traz para debate a forma como os impostos pagos são administrados pelas prefeituras e é nesse ítem que é destaque a gestão do prefeito Carlos Eduardo(PDT). O índice é construído a partir dos resultados fiscais das próprias prefeituras – informações obrigatórias e repassadas anualmente pela Secretaria do Tesouro Nacional.

DEMISSÕES NA CÂMARA AFASTAM RANIERE DE NEY JÚNIOR

Afastado do mandato de vereador e da Presidência da Câmara Municipal, Raniere Barbosa(em cima) engoliu em seco a demissão de servidores comissionados de sua época, além de ler declarações do presidente em exercício, vereador Ney Júnior, de que pode haver “fantasmas”, ou seja gente que nunca trabalhou entre os afastados.

Ney Júnior tomou gosto e está imprimindo o seu jeito de gerir a Câmara Municipal, mais ameno. Raniere sonhava com 2018. Depois do afastado pela Justiça, as demissões representaram outra paulada do, digamos, colega.

Mas, na Câmara, ao menos no departamento de cochichos, Ney Júnior vem agradando. Ney mais discreto, está conquistando nomes antes intocáveis do presidente afastado.

Raniere volta a ser vereador em 22 de outubro se o Ministério Público não apresentar denúncia contra ele por dinheiro  supostamente desviado da Secretaria de Serviços Urbanos.

GOVERNO FORTE ACABA RACIONAMENTO EM CAMPINA GRANDE

O blog reproduz o vídeo institucional do Governo da Paraíba para que você, leitor, servidor público, pagador de imposto, veja  que nosso Estado vizinho e irmão é muito melhor administrado que o nosso.

Lá não tem atraso de pagamento, violência no topo do ranking nacional nem censura à imprensa. Tem obras como a adutora que acabou com racionamento de água em Campina Grande:

CLÁUDIO EMERENCIANO ASSUME CONSELHO DO ABC

Com a renúncia do presidente Fernando Vasconcelos, o vice, Cláudio Emerenciano assume o comando Conselho Deliberativo do ABC. É o que o informa a nota emitida pelo clube nesta terça-feira:

Na reunião do Conselho Deliberativo realizada ontem (04/09), o conselheiro
Fernando Vasconcelos comunicou a sua renúncia à presidência do Conselho Deliberativo do ABC Futebol Clube.

Dr. Fernando Vasconcelos sempre foi um parceiro de primeira hora diante de todas as situações enfrentadas pelo clube, além de ser mais do que credenciado por competências e capacidades para conduzir o CD.

Desde já a diretoria alvinegra agradece todo o tempo dispensado e trabalho realizado há cinco anos compondo a mesa diretora do Conselho Deliberativo do ABC, na certeza de que continuará torcendo e trabalhando sempre para engrandecer ainda mais a instituição alvinegra.

A saída dele, apesar de lamentável, abre espaço para que novos rumos sejam tomados. O vice-presidente do Conselho, Dr. Cláudio Emerenciano, assume o cargo e já manifestou desejo de somar esforços com todos os conselheiros dispostos a concretizar uma união em prol do clube.

A união de forças é nosso principal objetivo à frente do ABC.

JUDAS TADEU GURGEL
PRESIDENTE

IVAN MACIEL DE ANDRADE E OS DELATORES

Facebook do professor e respeitado jurista Ivan Maciel de Andrade, um dos maiores nomes do Direito no Brasil.

Sua opinião certamente não merecerá reações histéricas…

NO ABC, SAI QUEM DEVERIA FICAR E FICA QUEM DEVE SAIR

A renúncia do Presidente do Conselho Deliberativo do ABC, Fernando Vasconcelos, é uma paulada no  esfarelado clube.

Equilibrado, Fernando fará falta.

Já o atacante Dalberto, que tem até assessor de imprensa(pra divulgar o quê, mesmo?) vai ficando após criar casinhos.

Diretoria forte e ele já estaria fora, preso pela multa.

Dalberto tem a chatice de Alberi no auge e 1% do futebol de Carlinhos Mocotó – quem lembra? Nos piores dias.

O ABC é a cara de Dalberto.

EM CONVÊNIO COM ESMARN, UERN GANHA MESTRADO EM DIREITO PÚBLICO E GOVERNANÇA

O presidente da Escola de Magistratura do Tribunal de Justiça, desembargador Cláudio Santos e reitor da UERN, professor Pedro Fernandes, se reuniram nesta segunda-feira com seus assessores.
Em pauta: convênio que vai permitir a criação do mestrado em Direito Público, Governança e Cidadania.

 

JOVEM PAN, GOVERNADOR, LULA E DAMA DE ESPADAS

Vcs sabiam? Eu também não. Ninguém divulgou na época o áudio da Jovem Pan sobre as delações que complicam o governador do RN. Como ninguém noticiou, é inédito, fiquem sabendo.

ALCKMIN SOBRE BANDIDOS MORTOS “QUEM ESTÁ DE FUZIL NÃO QUER CONVERSAR “

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) defendeu nesta segunda-feira a ação policial que terminou com dez suspeitos mortos no Morumbi, bairro nobre da zona sul de São Paulo, e disse que, “graças a Deus”, não aconteceu nada com as vítimas de assalto e os policiais.

“Quem está de fuzil não está querendo conversar”, disse o governador sobre a operação policial conduzida pelo Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) na noite de domingo. Segundo a polícia, o grupo portava quatro fuzis, duas pistolas, um revólver, coletes à prova de balas e munição. Quatro policiais ficaram feridos por estilhaços.

A frase de Alckmin lembra outra dita por ele e que se tornou célebre em setembro de 2012, logo após uma ação da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) em Várzea Paulista, na Grande São Paulo, ter deixado nove mortos, todos suspeitos de ligação com a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). “Quem não reagiu está vivo”, disse o governador à época.