POLICIAL ACUSADO DE INTEGRAR GRUPO DE EXTERMÍNIO FOI CANDIDATO EM CEARÁ-MIRIM

O agente da Polícia Civil Ramiro Severo de Melo, preso na terça-feira (10) suspeito de fazer parte de um grupo de extermínio na Grande Natal , foi candidato a vereador em Ceará-Mirim nas eleições de 2016 obtendo 125 votos ficando  longe de obter o mandato.

 

De acordo com informações do Portal G1, segundo apurado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e pela Força Nacional (FN), o policial civil, que não teve o nome divulgado até agora, trabalhava na delegacia de São Gonçalo do Amarante, também na Grande Natal e usava o cargo para orquestrar crimes e prejudicar as investigações. O grupo de extermínio que ele integra, segundo o MP, é apontado como responsável por mais de 50 assassinatos somente este ano em Ceará-Mirim.

Voltar para a capa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *